Publicidade

Arquivo da Categoria Do Editor

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 Desfile, Do Editor | 18:05

Do Editor: Raf Simons não é John Galliano, que não é Christian Dior

Compartilhe: Twitter

Acho que comparar o trabalho do Galliano com o do Raf é extremamente grosseiro… cada um segue um estilo totalmente diferente do outro.
Raf e contido, minimalista, gosta de cores e abusa do preto no branco.
Já Galliano… é teatral, gosta de muitas cores e abusa das estampas e texturas. Na sua ótica, Galliano fez uma leitura do Christian Dior… tudo no seu tempo.
Simons não é Galliano, assim como Galliano não é Christian Dior.
Todos fomentam e fomentaram um trabalho para uma das maisons mais poderosas da atualidade… cada um com suas idéias, cada um com seu valor… sem desmerecer ninguém.
O que eu vejo na Dior atual é o frescor de um jovem estilista que tenta mixar seu dna com a marca… sem perder sua essência, sem desmerecer a essência.
O vestido trapézio, que fez grande sucesso nos anos 1960, ganha uma releitura nessa coleção de verão da Alta costura da Dior; vestido que foi introduzido pelo saudoso Yves Saint Laurent em sua era na maison francesa.
Às vezes, as roupas de Raf parecem “sem graça” a primeira vista, mas são extremamente ricas em proporções e detalhes. De fato, ele exatamente não oferece o mesmo visual teatral que Galliano impôs em seus desfiles.
Raf Simons e John Galliano são dois lados da mesma moeda. Enquanto Galliano usa a vontade de ser teatral que a Dior sempre teve, Simons usa as novas modelagems que Christian Dior criou.
Estaria Raf Simons transformando a Dior? Miuccia Prada tem o dom de fazer uma coleção completamente estranha e feia; porém, seis meses depois vamos cair de amores pela mesma coleção que antes estranhamos.
A nova era Dior respira juventude, transpira o novo.

Final do desfile de Alta costura verão 2013 da Christian Dior, comandado por Raf Simons.

Foto: Reprodução

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 4 de setembro de 2012 Candice Swanepole, Do Editor | 15:07

Do editor: Susana Barbosa, nossa editrix brasileira!

Compartilhe: Twitter

Sentado no desfile da marca carioca Animale, nessa edição de verão 2013 da SPFW, bati um breve e descontraído papo com a diretora de moda da Elle Brasil, a linda Susana Barbosa. Entre as entradas de tops como Izabel Goulart, Rosie Huntington-Whiteley e Ana Beatriz Barros na passarela da marca, pude falar com a minha editora favorita no Brasil sobre o quanto a revista Elle se tornou uma das publicações mais importantes do país, com capas bem trabalhadas e inovando sempre; sem falar das modelos, tops e new faces que a revista sempre escala para suas capas.
Conversando com a Susana, pude perceber o quão gentil e amável ela é, longe de toda essa pompa e hype que os fashionistas insistem em adotar. Ela me falou das dificuldades de se fazer uma boa capa, da aceitação do mercado, das chamadas nas capas, assim como a polêmica edição com a nossa top transexual Lea T.
Enquanto a top Alicia Kuczman entrava na passarela, desfilando com uma desenvoltura como nunca se viu antes – sem falar no corpo, pele e cabelo… bem verão, bem saudável – pude confidenciar a Susana que sentia que Alicia tinha uma vibe ao desfilar, que vi em Gisele Bündchen. Falei também que, sem dúvidas, Alicia seria a modelo do verão 2013, e, para minha surpresa, Susana me confidenciou que Alicia seria a capa da edição de agosto da Elle, confirmando o que eu já previa.
Falamos de viagens e de sua passagem pela Turquia, onde reuniu um time  de peso para fotografar a edição de setembro com a top top Candice Swanepoel.
As paradisíacas locações para as fotos, assinadas por Dudu Resende, se fundia a beleza da top sul-africana, maquiada pelo expert Marcelo Gomes.
Candice usou uma espécie de lenço burca, idealizado pelo estilista Alexandre Herchcovitch, e desfilado em sua passarela no Fashion Rio.
No recheio da publicação, podemos nos deliciar com o primoroso editorial estrelado por Candice, onde Susana Barbosa assina toda a direção de moda.
Sem dúvidas, essa edição de setembro, que é uma das mais aguardadas no mundo da moda, é a minha favorita; não por ter uma top internacional em sua capa, mas sim da forma que foi abordada, a qualidade dos profissionais envolvidos, assim como todo o visionarismo e coragem de Susana Barbosa.


Foto: Dudu Resende/ Divulgação

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 Do Editor | 18:53

Dear Bill!

Compartilhe: Twitter

Hoje para minha surpresa, recebi um cartão que me emocionou bastante. Não por se tratar de um cartão de agradecimento, mas sim pela importância que isso se faz na minha carreira como jornalista de moda.
Para ser mais claro, recebi um envelope da maison francesa Christian Dior e fiquei bem curioso do que se tratava. Ao abrir, me deparei com um cartão do estilista Bill Gaytten, (que substituiu John Galliano no comando da Dior) com a seguinte frase escrita a próprio punho:
“Querido Fábio, obrigado! ♥ Bill”.
Muito emocionado, agradeço pelo carinho Bill.

Fabio Lage
xxx

Autor: Tags:

sexta-feira, 16 de setembro de 2011 Do Editor | 16:35

Do Editor

Compartilhe: Twitter

Sem sombra de dúvidas o desfile da Calvin Klein é um dos shows mais aguardado da temporada de moda de Nova York.
Comandado pelo estilista brasileiro Francisco Costa, que de seis em seis meses tem a função de imprimir a imagem da grife americana pelo mundo, não só apresentando um belo show de seu minimalismo chic, assim como também um show a parte na escolha de seu esperado casting de modelos.
Uma pergunta paira sobre nós brasileiros que assim como no futebol com nossos Ronaldos, Pelé, Neymar, torcemos por nossas modelos brasileiras irem bem nos castings, pegando bons desfiles.
Confesso que sou um verdadeiro patriota e torço sempre para que possamos mostrar para o mundo que somos muito mais que bunda, caipirinha e samba.
Ter um brasileiro comandando uma das grifes mais influentes do mundo é um prestígio e tanto, mas fico bem triste de não ver já há um bom tempo, a presença de modelos brasileiras em seu casting.
Não acho que por ser brasileiro ele tenha que escalar modelos brasileiras, mas é visível a preferencia de Francisco por modelos gringas em seu casting, como Nimue Smit, Julia Nobis e Josefien Rodermans, (foto) que abriu e fechou a apresentação do estilista.
Será que teria uma modelo brasileira que poderia de alguma forma segurar a estética minimalista esculturalmente constuida do mineiro de Guarani, Minas Gerais?
Será que Debora Muller, Fabiana Mayer, Letícia Lamb, Aline Zanella, Malu Bortolini, Isabella Melo, Samira Carvalho não se encaixariam no perfil Calvin Klein?
Uma vez escutei de Isabeli Fontana que uma certa diretora de casting não a colocava em seus desfiles por achar que por ser brasileira, sexy, e dona de uma beleza estonteante, a modelo não saberia andar sem rebolar na passarela. Isabeli insistiu tanto para poder provar a tal diretora que também sabia, sim, desfilar na passarela sem rebolar. Hoje Isabeli é uma das modelos favoritas da tal diretora de casting.
São exemplos como esse que não consigo entender o porque o talentoso brasileiro Francisco Costa não escale nossas garotas para seu show em Nova York.
Quando a grife veio desfilar na edição brasileiro do Fashion Rocks, o designer revelou em uma entrevista que estando no Brasil ele gostaria de fazer um casting composto por modelos brasileiras, já que estava em seu país. Disse também que adorava nossas modelos.
A última modelo brasileria que me recordo ter visto desfilando para a grife comandada por Francisco, foi a nossa top icon Raquel Zimmermann, que cravou como Gisele Bündchen o topo da modelo número 1 do planeta.
Quando vamos ver uma brasileira despontar a passarela da Calvin Klein novamente?
Hein Francisco Costa?

Foto: GoRunway.com

Autor: Tags:

quarta-feira, 27 de abril de 2011 Do Editor, Kate Moss | 03:07

Do Editor: Os 36 anos de Vogue Brasil

Compartilhe: Twitter

Quando soube que Mario Testino iria fotografar a edição de aniversário da Vogue Brasil, fiquei super empolgado, mas minha felicidade foi maior ao saber que Kate Moss seria sua musa nessa edição de comemoração dupla.
Cada foto que saía dos bastidores do ensaio, me enchia de curiosidade, até mesmo pelas locações escolhidas por sir Testino, ora em um SPA, ora em uma cozinha… e não estamos falando de qualquer cozinha, e sim do luxuoso hotel Copacabana Palace em pleno expediente.
Mario, que é quase um cidadão brasileiro, fotografou Kate junto de importantes nomes como Oscar Niemeyer, Rodrigo Santoro, Alcione, mas foi o ex jogador de futebol Pelé que fez com que Kate tivesse um súbito ataque de fã e o tietou sem pudor algum, levando consigo 6 camisas da seleção brasileira, devidamente autografadas pelo rei do futebol.
Voltando a histórica edição de 36 anos da Vogue Brasil e dos 30 anos de carreira do célebre fotógrafo peruano, são exatamente 508 paginas, 64 delas somente com editoriais e mais 40 só sobre Mario Testino. Algumas imagens até tiveram a intervenção do talentoso Vik Muniz.
Kate e Testino ficaram 5 dias no Brasil, fotografando entre o Rio de Janeiro e São Paulo no mês de fevereiro e o resultado é uma edição digna de colecionador, com Kate Moss nua na capa… sim, Mario tem o dom de começar uma sessão de fotos com a modelo impecavelmente bem vestida, e quando se dá conta, está lá… super à vontade e completamente nua, sendo clicada pelo fotógrafo.
Sem dúvidas, pela primeira vez  essa edição literalmente deixa para trás outras importantes edições da Vogue, como a Vogue Paris de maio, que também tem em sua capa a modelo inglesa Kate Moss.
A revista está programada para chegar no próximo dia 2 de maio às bancas.
Um parabéns pela linda edição, pelos 36 anos e pelos 30 anos de carreira de Testino.
Fabio Lage

Foto: Reprodução

Autor: Tags:

quinta-feira, 5 de agosto de 2010 Do Editor | 21:34

House of Models no IT MTV

Compartilhe: Twitter

Hoje no programa “IT MTV”, da top top Carol Ribeiro, o editor do blog, Fabio Lage vai falar sobre as modelos que vem se arriscando como cantoras.
Fabio foi entrevistado pela querida Jana Rosa e o programa vai ao ar hoje as 23:30 pelo canal “MTV” Brasil.
Não percam!

Foto: Steven Meisel/Reprodução
Prada Inverno 2011
Autor: Tags:

segunda-feira, 31 de maio de 2010 Casting, Do Editor | 09:08

Do Editor

Compartilhe: Twitter

O badalado desfile do estilista Walter Rodrigues teve um dos castings que mais me emocionou durante essa semana de moda carioca.
Com certeza é um dos desfiles que vai ficar para a historia, não só pelo casting incrível, mas também por todo cenário, a roupa impecavelmente bem acabada e de uma precisão que só o estilista consegue mostrar na semana de moda do Rio de Janeiro.
Alem de se inspirar nas historias de Quipapá, cidade no interior de Pernambuco, onde Zumbi dos Palmares se refugiou, Walter também tirou inspiração do trabalho do fotógrafo Hans Sylvester, famoso por ter fotografado as tribos de Surma e Mursi na Etiópia.
Fiquei bem contente na escolha da top Gracie Carvalho para abrir o show, assim como a neo top Lais Ribeiro para encerrar a apresentação.

Uma modelo que também integrou o seleto casting e que vem chamando bastante atenção há algum tempo é Moara Marinho, da agência carioca “40 Graus”. Sempre elegante, a modelo está em ótima forma física e de uma atitude única em seu caminhar na passarela.
O casting foi recrutado pelo meu amigo Alexandre Queiroz, que já algum tempo atrás estava avaliando e selecionando as modelos para o desfile que contou com Carmelita Mendes, Samira Carvalho, Malana, Marta Antonia, Mayara Ferre, Maiara Lima, Rafaela Oliveira, Talita Bruzzy, Janaina Heglin, Aline Garcia, alem da “Menina Fantastica” Nayane Teixeira e a poderosa Indyra Carvalho, dentre outras modelos que deixaram o desfile magico e emocionante.
Logo após a apresentação eu dei uma entrevista timidamente ao portal “Oi Moda” falando sobre o desfile do Walter, que você pode conferir aqui.
Parabéns a toda equipe pelo primoroso desfile!

Direção: Roberta Marzolla
Assistente de direção: Alexandre Queiroz
Styling: Walter Rodrigues e Lucius Vilar
Beleza: Robert Estevão
Chapéus: Eduardo Laurino
Trilha sonora: Felipe Venâncio
Foto: Marcio Carvalho
Autor: Tags:

quinta-feira, 11 de março de 2010 Do Editor | 23:28

Do editor

Compartilhe: Twitter

Se a semana de moda mais visada do Planeta dita uma tendência, pode ter certeza de que tal tendência vai dar o que falar até a próxima temporada de moda.

É assim que acontece com a temporada de moda parisiense, tudo que se dita em suas passarelas tem um peso mais forte e diante de olhares de uma elite de jornalistas e editores de moda, nada passa despercebido.
Tudo começou depois de uma avalanche de modelos super magras desfilarem nas semanas de moda brasileira. Foi o boom para se discutir sobre o polémico peso das modelos que teve até intervenção da editora chefe da “Vogue” americana Anna Wintour, que convidou o diretor da “SPFW” para uma reunião a portas fechadas.
Logo em seguida veio a temporada de moda americana, que paralela ao nosso fervoroso Carnaval trouxe de uma maneira sutil, (muito sutil digamos) o retorno das modelos curvilíneas.
Mas o boom da super tendência no mercado das modelos veio mesmo com força total nas passarelas de Milão, com um time de super tops da “Victoria’s Secret” desfilando para grifes que ditam um padrão a ser seguido no mercado internacional como a “Prada”.
E falo de modelos como Doutzen Kroes e Lara Stone, que vestem acima do tamanho 38.
Já na semana de moda de Paris, a label do britânico Giles Deacon escalou para seu casting modelos como Karolina Kurkova que abriu seu desfile, Jeísa Chiminazzo, Izabel Goulart, a polêmica Coco Rocha, dentre outras.

A era Gisele Bundchen está alçando voo novamente e tem apoio de grande parte dos super-profissionais da área.

A “Louis Vuitton” veio com tudo na tendência das modelos com curvas, escalando até a nossa super sexy model Adriana Lima, que desfilou um corpão de tirar o fôlego em um vestido super decotado, assim como a top Karolina Kurkova.
E Deus… Criou a Mulher! Com esse tema inusitado a passarela da “Vuitton” é sem duvidas o retrato fiel do que vamos ver daqui em diante. Modelos com mais curvas e uma estética que supre o saudável, como vimos a super top dos anos 90, Laetitia Casta abrir o desfile da Maison francesa com seu poderoso sex appeal.
Já temos Lara Stone, a modelo número 1 do mundo no badalado ranking do Models.com. “Lara tem um corpo maravilhoso de mulher” diz o estilista Karl Lagerfeld sobre sua musa.
Como editor do blog, creio que a era das curvilíneas vem com força em um momento muito oportuno no mercado das modelos e a semana de moda da Cidade Luz só veio confirmar o reinado das voluptuosas, dando um tempo na insistente androginia que vem acompanhando as passarelas do mundo afora.
Fabio Lage,
Editor

Foto: Reprodução
Autor: Tags: